Defina seu estilo de fotografia de rua

Defina seu estilo de fotografia de rua

Defina seu estilo de fotografia de rua

Muitas vezes, é fácil reconhecer os trabalhos dos grandes fotógrafos de rua como HCB, Winogrand, Kertész ou Moryiama. No entanto, pode se perguntar, porque será assim? Provavelmente é porque todos eles tinham um estilo distinto e as suas fotografias têm uma abordagem consistente a nível visual e técnico.
Demora algum tempo para chegar a um estilo definido, e um fotógrafo a iniciar-se, perde-se muitas vezes na grande variedade de temas, técnicas e equipamentos disponíveis nesta área. Mesmo alguns fotógrafos de longo prazo têm uma dificuldade de avaliar o que define seu estilo, e alguns simplesmente não sente a necessidade de ter um. Obviamente, não há necessidade de ter apenas um estilo e cumpri-lo através da sua existência. Diferentes estilos podem ser aplicadas aos diferentes tipos de fotografia e evoluem com as fases da sua vida.
No entanto, eu acho que definir um estilo e trabalhar nele é importante para os fotógrafos de rua. Irá ajudar a criar um trabalho consistente e que corresponda à sua visão do mundo de forma a lhe dar um carácter distintivo. Na verdade, imagine o quão maravilhoso seria se ouviu-se alguém dizer: “Esta é uma fotografia do XPTO” ao rever uma seleção de imagens, aonde uma da suas estaria incluída.

No entanto, e voltando à realidade, o primeiro passo é, evidentemente, definirmos o que compõe um estilo. Os pontos abaixo deveram ajudar a identificar se já tem um, ou então dar-lhe algumas dicas sobre como criar um.

A) Temas / assuntos

Ao andar na rua pelas primeiras vezes, é realmente tentador para começar a fotografar qualquer tipo de cenas que se desenrola sob nossos olhos. Cães, bicicletas, velhos, amantes, empregados, …, tudo é um bom tema para uma fotografia como é a natureza da fotografia de rua. No entanto, quando você olha para alguns dos trabalhos dos mestres, realmente percebe que eles muitas vezes tiveram alguns temas recorrentes: Winogrand mulheres, Saul Leiter reflexões, Boubat crianças ou Erwitt com cãses são exemplos bem conhecidos. Evidentemente, esses fotógrafos fizeram um monte de temas diferentes durante a sua vida, no entanto, todos eles se concentraram em algumas delas em um determinado ponto da vida.
Então pergunte-se a si próprio quais são os temas/cenas que gosto especialmente de fotografar e tentar dedicar mais algum tempo a essas situações. Eles podem ser muito simples ou até estranhos, mas todos nós temos algumas preferências no que fotografar enquanto andamos na rua. Eu sempre prestei especial atenção às pessoas que usam chapéus e as mulheres vestidas de vermelho. Também todas as cenas que tenham uma sensação de mistério me chamam a atenção. Não sei porque é assim, mas meus olhos bloqueiam imediatamente sobre estes temas quando eles apareceram.

B) Processamento

Seja o filme que você elegeu ou o pós-processamento que aplica ás suas fotos, torna-se uma parte importante do seu estilo. E eu diria que é provavelmente o ponto onde a maioria dos fotógrafos tem mais dificuldade em aplicar uma abordagem coerente. No digital torna-se muito fácil mudar um aspecto da imagem em poucos segundos. Num momento, a imagem está a cores e depois acaba a P&B. Tudo isso às vezes, acaba como imagens tipo Polaroid. Por isso, é muito tentador poder experimentar e aplicar todos os tipos de abordagens diferentes para as suas imagens. Embora a experimentação seja bom, eu acho igualmente importante para um fotógrafo se manter a uma ou poucas rotinas de processamento. Pode evidentemente, evoluir com o tempo, mas escolha um olhar de que gosta e desenvolva durante algum tempo um trabalho em torno dele. Penso também que alguns dos melhores fotógrafos usam durante a sua vida filme e que utilizam os serviços do mesmo laboratório em todo o seu trabalho. E houve uma boa razão por detrás disso, é porque eles sabiam que estes seriam elementos distintivos do seu estilo de fotografia.
3) Seleção de equipamento

Caso use uma lente 21mm ou 50mm, elas terão um enorme impacto sobre a aparência das suas imagens. A distorção, compressão da profundidade de campo vai variar muito, dependendo da lente que selecionar. Irá também determinar a quantidade de informação que será incluída na imagem, uma grade angular geralmente permite incluir mais elementos. Alguns dos melhores fotógrafos utilizaram um único tamanho focal ao longo da sua carreira, Winogrand 28mm ou HCB com 50mm, e este facto  tornou-se uma característica distintiva do seu estilo. Entretanto, se usar uma lente zoom ou várias lentes, as suas fotos vão ser repartidas entre diversas distâncias focais. Isto não significa que vai fazer piores imagens, ainda que diversas pontos de vistas não iram definir por si só o seu estilo.
A câmara que usar também ir ter o seu impacto no seu estilo, a prestação de uma câmaras de grande formato irá diferir substancialmente de uma câmara compacta. O uso do flash também pode ser uma característica de seu estilo, bem como a preferência para lentes rápidas (ou seja, F1.4 ou mais rápido)

4) Composição

O forma como compõe as suas cenas é provavelmente o traço que mais impacto irá ter no seu estilo. Existem características que são recorrentes no seu portfólio?
– Encara o seu sua de perto ou de uma certa distância.
– Composição complexas de vários sujeitos ou retratos simples de rua.
– Utilização da linha de horizonte torcida ou aplicação da clássica regra dos terços
– Vários planos ou planos individuais.
– Ponto de observação alta ou baixa

Evidentemente que compondo todas as suas imagens da mesma forma irá produzir um resultado chato, mas uma certa homogeneidade nos seus enquadramentos certamente vai ajudar o espectador nas suas séries de fotos.

5) Feeling/Mensagem

Aqui chegamos à parte intangível de seu estilo, que é o sentimento ou as mensagens que transmite com a sua fotografia de rua. Pense na poesia de Kertész, os retratos de rua duros de Bruce Gilden, e da análise social de Martin Parr. Qual é o estilo da sua fotografia de rua, que visão do mundo quer propor a que vê as suas imagens? É apenas uma série de fotos de viagem, ou inclui nelas um conjunto de crenças pessoais, sejam eles sociais, culturais ou religiosas.

Palavras finais

Como vê os componentes que definem um estilo são muitos. E por assim ser, não é fácil integrar todos esses elementos de uma forma coerente. Há também uma grande parte que é inconsciência para a criação de um estilo. Com efeito, a menos que gaste muito tempo revendo o seu portfólio (com alguma possível ajuda), é por vezes difícil detectar os padrões que eles possam revelar. No entanto, uma vez que eles surjam eu o encorajo-o a aprofundá-los durante algum tempo. Tente ver se consegue desenvolver um verdadeiro estilo em torno dele. Isso não significa fechar os horizontes ás possibilidades que lhe surjam, mas sim acrescentando alguma coerência e consistência às suas fotografias o que irá resultar em algo de gratificante. Tanto para si como para quem vê o seu trabalho.

Fonte: yanidel.net


© 2017 Fotografia de Rua | Todos os direitos reservados | Oficina dos Sites